Como o estresse pode afetar o seu humor no trabalho?

como-o-estresse-pode-afetar-o-seu-humor-no-trabalho
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Contact us

Veja algumas situações e dicas para lidar com o estresse no cotidiano para melhorar sua qualidade de vida e humor no trabalho.

Rotina atribulada, pressão, conflitos com o líder e problemas de equipe são apenas alguns dos fatores que deixam as pessoas cada vez mais estressadas no ambiente de trabalho. Nada mais natural, já que essas situações não são nada agradáveis e podem ser as responsáveis por comprometer nossa alegria e minar o humor no trabalho.

Se você está vivendo alguma dessas situações e quer saber como o estresse pode influenciar nesse sentido, não deixe de ler a postagem de hoje até o final. Vamos lá?

Aumenta os níveis de irritação

O estresse pode ser o grande responsável por desencadear uma mudança química no cérebro que deixa você mais irritado. Prova disso é que ninguém é muito agradável quando está em dias de mais pressão ou enfrentando problemas desse tipo.

Não tem como fugir: temos uma tendência a ficarmos irritados e mal-humorados em situações como essa — e esse ponto já foi até defendido pelo conceituado médico Dráuzio Varella. Então é bom ter cuidado, pois o estresse pode chegar a níveis prejudiciais.

Diminui sua sociabilidade

Alguns pesquisadores descobriram que uma enzima ataca as moléculas do cérebro sempre que estamos em condição de estresse. Elas vão diretamente na região responsável por regular as sinapses, comprometendo as conexões e fazendo com que as pessoas reduzam a sociabilidade.

Triste, não é? Quando isso acontece, é natural que você evite interações com os colegas – algo que pode acabar tornando o relacionamento entre vocês um pouco mais difícil.

Prejudica a memória

O estresse também prejudica a memória e faz com que as tarefas que envolvem memorização sejam mais difíceis. Isso é um reflexo da redução da matéria cinzenta no cérebro — principalmente em regiões relacionadas a fatores emocionais e autocontrole.

Isso tudo é tão sério que já foi defendido por vários estudiosos e pesquisadores da área. Um deles é o geriatra Carlos André Freitas, que já foi no programa Bem Estar, da Rede Globo, para explicar mais sobre o assunto.

E tem mais: o estresse duradouro, também conhecido como crônico, pode contribuir para perda em outras áreas, comprometendo outras relações.

Ocasiona ansiedade e depressão

O estresse crônico que permanece por muito tempo também pode fazer com que a pessoa acabe ficando mais ansiosa. Isso acontece porque ela acaba perdendo um pouco o trato com as pessoas e deixando a desejar nas entregas no trabalho.

Como você deve imaginar, é natural que esse ponto que comprometa sua vida e seus relacionamentos – e faça com que a pessoa fique mais ansiosa.

Todas essas medidas ainda podem tornar a pessoa depressiva, então é bom tomar cuidado e reconhecer esses fatores logo no início. Assim, fica mais fácil desacelerar e barrar muitos desses efeitos, melhorando sua qualidade de vida.

Falta de sono

O estresse também pode comprometer suas noites de sono, algo que tem uma relação direta com seu humor no trabalho (e na vida de uma maneira geral). Veja como está seu período de descanso, se você consegue se desligar e aproveitar outras coisas.

Isso faz com que você se desgaste menos, o que é muito natural, já que uma noite mal dormida pode afetar seu desempenho durante o dia.

Aumenta as chances de problemas cardíacos

Para fechar, uma rotina estressante tem uma relação direta com a tensão e fadiga mental. Esses são dois reflexos muito comuns nos dias de hoje, mas é bom tomar cuidado.

Isso aumenta as chances de doenças graves, como hipertensão e outros problemas cardíacos. Por isso, nada melhor do que ser cauteloso e desacelerar sempre que possível.

Depois de entender melhor como seu humor no trabalho pode ser comprometido por situações de estresse, tome os devidos cuidados e viva melhor. Cuidar da sua mente e levar uma vida mais tranquila é a melhor maneira de cuidar de você.

Para continuar se inteirando sobre o assunto, aproveite e leia: