Busca pelo autoconhecimento: 10 perguntas que você pode se fazer

busca-pelo-autoconhecimento-10-perguntas-que-voce-pode-se-fazer

A busca pelo autoconhecimento não é uma jornada livre de obstáculos, mas é fundamental para que os indivíduos consigam alinhar vida profissional aos seus propósitos.

Ser um profissional competitivo dentro do mercado de trabalho demanda tempo, energia e investimento em qualificação. Nesse caminho, é natural (e inclusive saudável) que alguns questionamentos sobre carreira, valores pessoais e felicidade apareçam: a chamada busca pelo autoconhecimento não é uma jornada livre de obstáculos, mas é fundamental para que os indivíduos consigam alinhar vida profissional aos seus propósitos.

Para ajudá-lo, elencamos 10 perguntas que você pode se fazer para se conhecer melhor. Continue a leitura:

1. Quais são meus interesses genuínos?

Esqueça o que você considera importante ou fútil. Faça uma lista, sem julgamentos, de todos os seus interesses genuínos: o que você realmente gosta de fazer? Ler, ir ao teatro, programar softwares, desenhar, comer em restaurantes sofisticados, acampar, entre outros. A lista pode ser a mais diversa possível.

2. Qual é a minha essência e onde me sinto melhor?

Essa pergunta tem a ver com valores. O que você tem como propósito de vida? O que você considera sua missão? “Onde me sinto melhor” é um questionamento sobre os ambientes nos quais você se encaixa, onde se sente bem e realizado.

3. Como quero ser lembrado(a)?

O que você quer deixar de legado para sua família, amigos, companheira ou companheiro? Isso também tem a ver com os seus valores pessoais, e está atrelado ao que você considera mais importante em termos de propósito.

4. Qual é a minha definição de sucesso?

Sua definição de sucesso está baseada no que a sociedade impõe como sucesso ou em seus valores pessoais? Pense bem sobre essa questão, pois suas conquistas devem ser norteadas pela sua ideia de realização.

5. Quais são meus pontos fracos?

O que você pode melhorar em sua personalidade, estilo de vida, modo de fazer as coisas ou resolver demandas? Avalie como você se comporta em diferentes situações para identificar essas características.

6. Estou trabalhando para aprimorá-los?

Não se trata de ser perfeito, mas de identificar seus pontos fracos e tentar transformá-los em percepções diferenciadas. Se você sabe que é extremamente indeciso, por exemplo, pode aprimorar essa característica e transformá-la em uma qualidade como ser capaz de ter discernimento ou ponderar entre duas decisões com eficiência.

7. Estou maximizando meus talentos?

Foque boa parte da sua energia em identificar seus talentos e trabalhar para que eles se sobreponham aos pontos fracos. Como você pode melhorar aquilo em que já é bom?

8. Que tipos de pessoa me motivam e inspiram?

Que pessoas são exemplos para o seu próprio caminho? Como foi ou é a vida deles? O que eles fizeram para chegarem aonde estão hoje? Avalie as jornadas de pessoas que o inspiram e selecione o que faz sentido para você.

9. Quais são as minhas principais conquistas?

Celebre suas conquistas, mesmo que pequenas. Cada objetivo que você alcança é um passo em direção à realização do seu propósito de vida.

10. Estou fazendo o necessário para alcançar os meus objetivos no futuro?

Onde você quer estar daqui a seis meses, um ano ou dez anos? A pergunta pode soar clichê, mas é fundamental para nortear os seus próximos passos. Lembre-se de que sua escolha de vida deve estar atrelada ao que você considera sucesso.

As 10 perguntas acima são um primeiro passo para quem quer empreender uma busca pelo autoconhecimento. Gostou das nossas sugestões para buscar autoconhecimento? Curta nossa página no Facebook e tenha acesso a mais conteúdos como este.