O que é mapa da empatia e como ele pode ajudar minha empresa?

o-que-e-mapa-da-empatia-e-como-ele-pode-ajudar-minha-empresa

O mapa da empatia é um ótimo recurso para quem precisa encontrar e cativar seu público-alvo ideal.

O mapa de empatia é uma ferramenta visual para você montar o perfil do seu cliente perfeito.Quer saber mais sobre como criar um, pensando especificamente na sua empresa? É só conferir o post que preparamos para você!

Qual a importância de um mapa da empatia?

O mapa da empatia é uma ferramenta de design thinking criada por Dave Gray no livro “Gamestorming — Jogos Corporativos para Mudar”. Por meio dela, você tem uma visão clara de quem é o cliente ideal que sua empresa deseja atingir.

Para criá-la, você precisa se colocar no lugar do cliente, imaginar qual o seu problema e o que fazer para solucioná-lo — ou seja, precisa ser empático.

Com esse recurso, você não perde tempo tentando agradar a todos os públicos. A empresa vai direto a quem deseja atingir e com a resposta certa ao problema dela.

O mapa da empatia funciona tanto para clientes físicos quanto jurídicos. O importante é que você compreenda o sentimento deles.

Como montar um mapa da empatia?

Agora que você já conhece a importância dessa ferramenta para sua empresa, precisa entender o passo a passo para montá-la. Confira:

Separe o material

O mapa da empatia pode ser montado numa lousa, flip chart ou até mesmo folha sulfite. É importante que esteja visível, a fim de todos os envolvidos poderem observá-lo e consultá-lo sempre que acharem necessário.

Crie um cliente ideal

Agora é a hora de criar o personagem que vai representar o seu cliente ou público ideal. Dê a ele um nome e uma idade. Para seguir adiante, você precisa responder a 6 questões que vão nortear todo o trabalho. Elas devem ser posicionadas e respondidas em sentido horário.

1. O que ele vê?

Tem a ver com os estímulos visuais do seu cliente e é uma resposta mais ampla do que parece. Veja:

  • séries de TV, programas jornalísticos, novelas, filmes;
  • redes sociais;
  • amigos e pessoas do círculo social;
  • acontecimentos que estejam próximos a sua realidade.

2. O que ele pensa e sente?

Aqui, você vai trabalhar as preocupações e questões pessoais e profissionais do seu cliente. Veja qual a opinião dele sobre problemas locais e gerais e até mesmo como ele se vê diante do mundo.

Disserte sobre seus principais pensamentos e o que sente por ele mesmo, pessoas próximas e sociedade como um todo.

Seu cliente se importa com as questões sociais? Ele age perante os problemas ou é passivo?

Além disso, como ele se encontra profissionalmente? O que ele deseja alcançar? Ele se sente realizado no trabalho? Acha que o que faz é realmente útil para a sociedade?

3. O que ouve?

Nessa questão, você vai responder desde o gosto musical até os influenciadores do seu público. Pense nos ídolos (musicais ou não), pessoas importantes na vida dele, marcas e meios de comunicação que mais falam com ele.

4. O que fala e faz?

Quais os assuntos preferidos do seu público? Ele age de forma condizente ao seu discurso? Quais são seus hobbies preferidos? O que ele faz no dia a dia?

5. Quais as suas dores?

Fale aqui sobre os medos do cliente, problemas, questões e frustrações que o perturbam. Diga também quais obstáculos ele precisa ultrapassar para conseguir seus objetivos.

6. Quais as suas necessidades e desejos?

Quais são os sonhos do cliente? E suas necessidades? Aonde ele quer chegar? O que é sucesso para ele? O que seria necessário para alcançar sua felicidade?

Pesquise

Não conseguiu responder a todas as questões sobre seu cliente? Então, é hora de pesquisar! Aproveite as redes sociais e faça questionários com seu público-alvo. Analise e separe aquelas que condizem com a proposta de sua empresa.

Atualize seu mapa sempre que possível

Com o tempo, os gostos dos clientes mudam. Portanto, o mapa da empatia precisa ser atualizado sempre que necessário. Assim, a empresa sempre vai auxiliá-lo a resolver seus problemas.

Você já usava o mapa da empatia? Ele tem funcionado para atrair clientes? Deixe seu comentário aqui no post!