O que é programação neurolinguística (PNL) e como aplicá-la?

o-que-e-programacao-neurolinguistica-pnl-e-como-aplica-la

A programação neurolinguística (PNL) é um estudo que conecta os processos neurológicos à linguagem e atitudes. Gostaria de saber mais? Então confira o texto.

O nosso modo de vida urbano é modelado por costumes diários social e culturalmente estabelecidos. Portanto, muitos desses hábitos nós achamos impossíveis de modificar.

O que você talvez não saiba é que o nosso comportamento pode ser modificado usando nossos estímulos internos e a linguagem. É o que diz a programação neurolinguística (PNL), que acredita que qualquer pessoa possa aprender habilidades fora do comum apenas remodelando seus hábitos.

Confira, neste post, o que a PNL pode fazer por você!

O que é programação neurolinguística?

A PNL é um estudo que conecta os processos neurológicos à linguagem e atitudes. Desenvolvida na década de 1970 pelo estudante de psicologia Richard Blander e pelo linguista John Grinder, ela acredita que nossas atitudes são frutos de crenças internas que impactam diretamente nos resultados obtidos durante a vida.

Segundo seus criadores, a PNL pode fazer com que qualquer sujeito adquira habilidades excepcionais. A programação também seria capaz de tratar problemas como miopia, alergia, resfriado, distúrbios de aprendizagem, fobias e depressão.

Para defender essa teoria, Blander e Grinder analisaram três profissionais considerados bem-sucedidos. Eles queriam entender quais características em comum essas pessoas tinham. Em conclusão, perceberam que, além de gestos, posturas e comportamentos parecidos, eles atraíam exatamente aquilo que desejavam. Como esses indivíduos mentalizavam positivamente seu dia a dia, eles viviam de maneira próspera.

A partir daí, a teoria passou a ser discutida por vários segmentos acadêmicos, ganhando defensores e adeptos por todo o ocidente.

Como a PNL funciona?

Segundo a programação neurolinguística, antes de tomarmos uma atitude, há diversos conceitos internos que a influenciam. Portanto, como eles já estão cristalizados em nossa mente, não percebemos sua existência e, consequentemente, agimos de forma automática. É isso o que acontece numa ação feita supostamente por “impulso”.

A PNL funciona como um conjunto de estratégias capazes de reorganizar essas crenças interiores, transformando nossas atitudes já automáticas em outras novas e desejadas. Com isso, você é capaz de conseguir alcançar seus objetivos e mais qualidade de vida.

A parte voltada à neurologia da PNL refere-se à compreensão de que o comportamento é baseado na percepção que o indivíduo possui do mundo por meio dos cinco sentidos. Já a linguística indica como ele usa a linguagem (verbal ou não) para organizar seus pensamentos e se comunicar com os outros. A “programação” é a maneira de remodelar pensamentos e linguagem a fim de conquistar um objetivo.

A PNL se baseia, primeiramente, em separar a percepção pessoal da realidade. A nossa visão de mundo não é, necessariamente, a concepção correta de como os fatos ocorrem.

Como aplicá-la na vida pessoal e profissional?

A postura corporal é essencial na mensagem que você deseja passar. Uma pessoa segura porta-se de forma diferente. A maneira como olha, fala e até modula a voz transmite uma mensagem não só para o outro, mas para si mesmo. Se você quer ser mais seguro ou conquistar determinado objetivo, deve agir como se já o tivesse adquirido.

Tenha também seus objetivos bem claros, mas as intenções por trás deles devem ser positivas. De nada adianta saber que sua meta pode prejudicar alguém que nada tem a ver com isso.

Caso mude de metas pelo caminho, não se cobre, não pense que você está errado. O importante é que seu principal ideal seja a felicidade. Com isso, os objetivos adjacentes também farão parte dessa trajetória.

Gostou de saber mais sobre programação neurolinguística? Com as nossas dicas, você poderá repensar as suas atitures, propondo-se a modificar crenças limitantes e comportamentos que não levam a lugar algum.

Agora que você sabe o que a PNL é capaz de fazer por sua vida, aproveite para continuar por dentro e entenda mais sobre como a comunicação não verbal influencia sua carreira!