Tudo sobre autorrealização profissional e desenvolvimento pessoal

tudo-sobre-autorrealizacao-profissional-e-desenvolvimento-pessoal

Você procura a autorrealização profissional ao mesmo que se desenvolve como pessoa? Então confira este artigo entenda mais sobre como conquistar ambos.

A autorrealização profissional pode estar diretamente ligada ao desenvolvimento pessoal. Isso porque passamos um bom tempo de nossas vidas dedicado ao trabalho. Mas, o que é a realização? O que precisamos para nos sentirmos realizados profissionalmente? Como a vida profissional interfere nas questões pessoais?

Sabemos que ninguém quer sentir-se como uma pessoa qualquer. Muito pelo contrário: todos queremos ser valorizados e reconhecidos, principalmente pelas nossas boas ações.

No âmbito profissional, as empresas também estão mudando o modo de ver e tratar seus colaboradores, proporcionando mais espaço para a participação ativa, de modo que esses se sintam realizados profissionalmente.

Os desafios são vistos como uma forma de alcançar a autorrealização que, de acordo com Maslow, se divide em 5 necessidades ordenadas em uma pirâmide. Contudo, chegar à ponta dela nem sempre quer dizer alcançar altos salários ou ter uma mansão à beira da praia, pois a tendência é que as pessoas passem a almejar, antes de tudo, o desenvolvimento pessoal.

Passamos boa parte de nossas vidas em nossos empregos, e o que aperfeiçoamos por lá pode ser transformador, tanto profissional quanto pessoalmente. Um ambiente laboral, que contribua para a qualidade de vida, atua diretamente no aumento da satisfação das pessoas.

Continue a leitura do artigo e descubra como a autorrealização e o desenvolvimento dos indivíduos podem ser construídos e aprimorados.

Autorrealização e necessidades dos seres humanos

Antes de começarmos a falar sobre a autorrealização, precisamos deixar claro o conceito de realização que seguiremos: hierarquia de necessidades de Maslow.

A pirâmide de Maslow foi criada por Abraham Maslow no intuito de demonstrar de maneira hierarquizada as necessidades do ser humano. De acordo com ele, as pessoas precisam satisfazer-se em cada uma das fases para chegarem até o último nível, que seria o da autorrealização, atingindo, dessa forma, a felicidade plena.

O psicólogo percebeu que nossas necessidades vão além das fisiológicas, como comer, tomar água, etc. A partir disso, ele buscou descrever todas as privações que impedem que as pessoas atinjam plenamente cada uma delas, não conseguindo chegar à autorrealização.

Você pode ficar travado para sempre nas necessidades de segurança, por exemplo, se não buscar condições de ter uma vida mais segura, investindo em sua saúde, em moradia, em estabilidade no emprego, entre outras.

Depois de satisfazer as necessidades básicas, que seriam as fisiológicas e de segurança, o ser humano está pronto para buscar a realização em aspectos sentimentais, como o amor e relacionamento, a estima e a realização pessoal.

Entender o sentido da vida, para Maslow, é uma necessidade que só é possível de ser atingida depois de passarmos pela base da pirâmide. Contudo, sempre teremos uma necessidade para satisfazer, pois vivemos em uma sociedade que cria esse sentimento em nós.

O que encontramos é um ciclo em que todas as necessidades precisam estar em níveis satisfatórios para que o indivíduo obtenha a felicidade prometida às pessoas que conquistam a autorrealização profissional e pessoal.

Dessa maneira, concluímos que, com a evolução do pensamento dentro e fora do mercado de trabalho, a realização pessoal está diretamente atrelada à necessidade da realização profissional. Assim, empresários e colaboradores precisam pensar e crescer juntos, todos em busca da felicidade.

Dicas para trabalhar a autorrealização

Chegar até a autorrealização não é uma tarefa fácil — Maslow acredita que 2% da população atinge o ápice —, porém não é impossível, tendo em vista que a pessoa precisa ter autoconhecimento e utilizar de boas ações para satisfazer suas necessidades. Ou seja, não tomar atitudes que podem prejudicar as relações inter e intrapessoais.

Ter a autorrealização profissional é estar feliz no trabalho, de maneira completa — nas relações com os outros, nas recompensas pelas ações positivas, na tranquilidade financeira, entre outras situações importantes para se sentir realizado dentro do ambiente de trabalho.

Para chegar à autorrealização profissional e, consequentemente, ter mais qualidade de vida física e mental, é preciso ficar atento quanto a sua atitude diante de algumas competências que influenciam diretamente no seu dia a dia no mercado de trabalho, entre elas:

  • inteligência emocional — capacidade de reconhecer, entender e lidar com os sentimentos próprios e do outro;
  • resiliência — facilidade de se adaptar às mudanças e não desistir, mesmo quando a vida parece estar contra;
  • assertividade — ser positivo nas atitudes e expressar-se com confiança nas opiniões;
  • autoconhecimento — conhecer a si mesmo no intuito de ser um ser humano melhor.

Desenvolvimento pessoal ligado à vida profissional

A autorrealização acontece quando atingimos os objetivos que realmente planejamos conquistar em nossas vidas. Dessa forma, buscamos o que é verdadeiro para nós, ou seja, aquilo que tenha real significado para nossas vidas.

Os nossos desejos influenciam nas escolhas profissionais que temos durante a vida e, por isso, é fundamental nos empenharmos naquilo que acreditamos, ou seja, em nossos verdadeiros objetivos.

Porém, o que vemos, na maioria das vezes, são pessoas forçadas a exercer as suas atividades no trabalho e na vida social, seja por influências externas como a família, prestígio da profissão, contexto político e econômico do país, seja por não ter buscado o autoconhecimento e, por consequência, não saber o que quer para si.

União da autorrealização e do desenvolvimento pessoal

A autorrealização deve ser uma meta profissional e pessoal, indo além das atividades laborais, perpassando pela dimensão do pessoal, do psíquico, do espiritual e do relacional. Em cada uma delas, você deverá atingir pontos essenciais para chegar até o topo.

A motivação para investir sempre no desenvolvimento pessoal vem da pretensão humana de ter propósitos para a vida. O desejo por se desenvolver deve estar em sintonia com os sonhos e planos de cada ser humano.

A união da autorrealização com o desenvolvimento pessoal é resultado da sensação de completude. Assim, estar feliz com suas ações, sentindo-se útil para o outro e para a sociedade como um todo, faz com que o trabalho tenha significado verdadeiro para a vida pessoal e interfira de maneira positiva nela.

Quer saber como podemos ajudar você a encontrar a autorrealização profissional e o desenvolvimento pessoal? Então, entre em contato com a Menthes! Teremos um enorme prazer em ajudá-lo!